O que é mídia social para sua empresa?

 

Esse é um tema frequentemente debatido e muitas empresas gostariam de dominar e entender toda essa revolução que a internet vem passando. Todas as suas transformações desde o surgimento da web 2.0 e do avanço das redes sociais. Na verdade a maioria das empresas ainda olha para as mídias sociais como um lugar com uma grande audiência para veicular o seu comercial.

O primeiro grande desafio é o fator cultural, as empresas e agências de publicidade estão acostumadas a calcular GRP de um veículo de mídia ou programação que possuem grande audiência para atingir o seu público-alvo. Trabalham a verba do cliente utilizando várias outras formulas como CPM, CPP, entre outras, para alcançar o melhor investimento. E nas mídias sociais compramos audiência?

Marcelo Coutinho diretor de Análise de Mercado do IBOPE Inteligência em seu artigo “Quanto vale uma rede social ?”  , nos faz refletir e ajuda a entender e a melhor conceituar uma rede social. Para Marcelo Coutinho é um equivoco medir o valor de uma rede social pela sua audiência, pois equivale a igualar um “espectador” a um “amigo” ou “inimigo”.

“Uma rede social é algo infinitamente mais valioso que uma audiência, mas ao mesmo tempo é mais fluida, menos passiva e mais instável.

Ela não se baseia em critérios “imobiliários” de compra e venda de “espaço” entre seus integrantes, como na mídia tradicional. Sua “moeda” é outra: a capacidade de mobilizar indivíduos (ou avatares) em torno de um tema. Esta capacidade tem um conceito equivalente ao que na sociologia é chamado de “capital social”.

Eu prefiro chamar Rede Social de “Mídia Social” porque redes sociais sempre existiram mesmo antes do surgimento da internet, nossa comunidade é uma rede social composta por pessoas que interagem entre si. É claro que a mídia tradicional e mídia social são parecidas e podem ser exploradas para trabalhar qualquer marca, porque são meios de comunicação e com grande valor de resultado.

A grande diferença a meu ver está na “Comunicação”, na mídia tradicional a ação publicitária é predatória e muitas vezes com mensagens indesejáveis, enquanto que na mídia social é participativa, as pessoas conversam e esperam que as marcas façam o mesmo, com informações relevantes e úteis para elas. O expectador confia cada vez menos na propaganda paga, a prova está no resultado da pesquisa realizada pela empresa americana Edelman de Relações Públicas dos EUA. Embora sem dados para o Brasil, o levantamento apontou que para os jovens adultos americanos (entre 25 e 34 anos), a Wikipédia, os blogs e o YouTube superam em credibilidade a propaganda tradicional, quando o assunto são empresas.

Qual a credibilidade de cada fonte de informação sobre uma empresa?* 



 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Blog do digital age. 
Pesquisa : Trust Barometrer 2008, Edelman (*somente respostas “extrema credibilidade” ou “muita credibilidade”)

A comunicação de uma empresa nas mídias sociais deve ser permanente e não sazonal, por períodos como é feita na mídia tradicional. Como diz o Marcelo em seu artigo “Capital social não se “compra”, se constrói. Através de interações relevantes, recíprocas e duradouras-ou seja, um projeto de comunicação com redes sociais não vai caber na régua estreita do “ROI” de orçamentos mensais. Mais do que grandes números –ou investimentos— exige um trabalho constante e perene.

Com a Mídia Social  conversarmos com os nossos clientes em grande escala, respondemos os seus elogios, opiniões e também as críticas, podemos monitorar o que estão falando de nossa empresa e solucionar um problema muitas vezes em tempo real.

Não se engane ao pensar que todos os seus clientes estão satisfeitos com sua empresa, por isso, atenda as necessidades desses clientes antes que disseminem suas insatisfações em suas redes sociais.

Por: Airton Hilário Schaefer 

Glossário: Conceitos dos Relatórios do seu E-mail Marketing

Para ajudar os usuários iniciantes elaboramos um glossário com as principais características e os conceitos para um fácil entendimento dos relatórios na mensuração dos resultados. O sistema funciona através de rastreamento de interações que você poderá acompanhar nos relatórios com gráficos específicos conforme abaixo: Visão Global: Nessa página você tem uma visão geral dos e-mails enviados, entregues, new balance running lidos, air jordan 13 clicados, as devoluções (bounces), air jordan 26 cancelamentos e compartilhamentos sociais. adidas stan smith Nesta página são exibidos gráficos gerais e também gráficos estatísticos do melhor dia e hora das leituras e cliques. Destinatários: Número de mensagens que saíram do servidor de e-mail para os respectivos destinatários; Enviados com sucesso: Número de mensagens que foram entregues na caixa de entrada dos destinatários; Aberturas: Total de pessoas que visualizaram os emails; Total de aberturas: Percentual dos e-mails não únicos, ugg roxy tall 5818 que foram visualizados mais de uma vez em relação ao total dos destinatários; Aberturas únicas: Percentual relacionado a quantidade de pessoas que visualizaram os e-mails em relação aos e-mails enviados (destinatários); Não lidos: Percentual relacionado a quantidade de pessoas que não visualizaram os e-mails em relação aos e-mails enviados (destinatários); Cliques (Links): Total de pessoas que clicaram em algum link em relação aos e-mails enviados (destinatários); Total de cliques: Percentual dos cliques não únicos, que foram clicados mais de uma vez em relação ao total dos destinatários; Cliques únicos: Percentual relacionado a quantidade de pessoas que clicaram em algum link somente uma vez em relação aos e-mails enviados (destinatários); Não clicaram: Percentual relacionado a quantidade de pessoas que não clicaram em nenhum link em relação aos e-mails enviados (destinatários); Média de cliques : Percentual relacionado a quantidade de cliques únicos em relação ao total de cliques; Reenvios: Total de pessoas que utilizaram o recurso da TradeMail “Envie para um amigo” ; Total de reenvios: Percentual relacionado a quantidade de pessoas que utilizaram o recurso da TradeMail “Envie para um amigo” mais de uma vez, nike internationalist em relação aos e-mails enviados (destinatários); Reenvios únicos: Percentual relacionado a quantidade de pessoas que utilizaram o recurso da TradeMail “Envie para um amigo” somente uma vez, em relação aos e-mails enviados (destinatários); Não reenviou: Percentual relacionado a quantidade de pessoas que não utilizaram o recurso da TradeMail “Envie para um amigo”, nike rosh run pas cher fille em relação aos e-mails enviados (destinatários); Média de destinatários por reenvio: Percentual relacionado a quantidade de reenvios únicos em relação ao total de reenvios; Devoluções: Percentual relacionado a quantidade de e-mails que retornaram por algum motivo (e-mail inexistente, ugg sale boots caixa postal cheia, etc); Devoluções graves: Percentual relacionado a quantidade de e-mails que retornaram por motivo grave (exemplo: e-mail inexistente), nike air max 2016 em relação aos e-mails enviados (destinatários); Devoluções suaves: Percentual relacionado a quantidade de e-mails que retornaram por motivo (exemplo: caixa de e-mail cheia), em relação aos e-mails enviados (destinatários); Inscrições Canceladas: Percentual relacionado a quantidade de pessoas que optaram em não mais receber suas mensagens; Razões do cancelamento: Percentual relacionado a quantidade de pessoas que deixaram o motivo do cancelamento em relação aos e-mails enviados (destinatários); Compartilhamento social: Percentual relacionado a quantidade de pessoas que compartilharam sua mensagem no Facebook ou Twitter; Facebook: Compartilhamento no Facebook; Twitter: Menções no Twitter; Compreendendo esses conceitos você conseguirá mensurar os resultados estatísticos apresentados nos relatórios.

A melhor definição sobre REDE

Assista ao vídeo abaixo e saiba mais sobre o que é REDE na visão de Augusto de Franco. Fjallraven Kanken Mini

Em sua palestra ele apresenta os três padrões de rede: CENTRALIZADO, Nike Air Max 2016 Heren DESCENTRALIZADO e DISTRIBUÍDO. nike goedkoop Uma análise mais profunda sobre como nos organizamos e como isso pode influenciar nas ideias.