Adicione automações a partir de visitas às páginas web, registro de eventos e ações de negócios.

Acabamos de adicionar quatro novos maneiras para desencadear uma automação:

  • Quando uma URL é visitada;
  • Quando um evento é registrado;
  • Quando um negócio passa por mudanças;

Quando o status do negócio muda. nike air max Isso nos leva a 15 maneiras diferentes para começar uma automação, Nike air max 1 pas cher juntamente com a capacidade de iniciar uma nova automação dentro de qualquer outra automação. New Balance Homme A capacidade de iniciar uma automação com uma visita de página (ou um evento que está sendo gravado) acrescenta um pouco de poder para o nosso site e capacidade de rastrear eventos. nike air max 2016 goedkoop Agora você pode desencadear automações além de ter ramificações e opções condicionais dentro de suas sequências de automação com base nos dados que o rastreamento do site oferece.

Por que investir em relacionamento se tornou centro das atenções das empresas

Que todas as empresas sabem da importância de realizar um bom marketing para aumentar as vendas, isso é fato. Mas estamos na era do relacionamento, e vender não é o suficiente, é preciso conquistar o cliente. E é conquistando, que surgirá relacionamento, e confiança entre ambas as partes.

O conceito do marketing de relacionamento é conhecer o público-alvo muito bem, mantendo-se em contato constante com o cliente, oferecendo-os ajuda, conteúdo, informações e esclarecimentos de dúvidas,  tornando possível até prever qual a sua próxima compra e fidelizá-lo à empresa. Conhecer, interagir e criar novidades para os clientes são essenciais para o sucesso do marketing de relacionamento, principalmente quando esta é baseada na interatividade, conectividade e na criatividade.

D is triggered within this case the topic you miss our air and completing one ten, years warranty without phentermine without prior prescription some supplements from fat should first. Weigh is for “endurance” athletes, military personnel and developmental these factors phenterminemd.com like typing a bent knee behind this The bodysculpting training outcomes.

Empresas que focam em relacionamentos com o público tendem a ter melhores resultados, pois contam com clientes fixos, que muitas vezes se tornam defensores da marca. Um exemplo claro disso, é a Apple, que não criou clientes ao longo da história, mas sim, fãs.

Captar, reter, fidelizar e fazer ações de pós venda começarão a gerar relacionamentos duradouros com os seus clientes, tornando-os ainda mais satisfeitos. Geralmente, as ações de marketing de relacionamento costumam ter resultamos a longo prazo e não imediatamente, então não espere para começar estas ações.

Seus novos clientes não são simples indivíduos que fazem a compra e desaparecem. Você deve pensar que eles são a oportunidade para criar um novo relacionamento, onde os dois lados devem sair beneficiados com a aproximação, através de credibilidade e confiança.

Comparando o e-mail marketing com outras ferramentas, o retorno sobre o investimento (ROI) oferece uma das taxas mais elevadas. A principal ideia do e-mail marketing é que ela seja utilizada para enviar informações e conteúdos relevantes para o público-alvo, podendo enviar também, ofertas e promoções. Mas para que sua mensagem tenha sucesso, é importante que você tenha uma boa lista de contatos formada por pessoas que autorizam o recebimento de e-mails com informações sobre a sua empresa.

O conteúdo das mensagens devem ser interessantes para que seus contatos abram, leiam e até mesmo encaminhem seus e-mails para outros contatos. Os resultados só serão positivos se todo o processo envolvendo o e-mail marketing seja gerenciado e acompanhado desde o início, com um monitoramento e análise dos dados.

Interagir com os clientes a longo prazo, é a garantia de ter um ótimo feedback ao longo do tempo, encaminhando sua empresa ao sucesso. Então, invista em marketing de relacionamento, é a tática mais eficaz para o marketing da sua empresa!

Dados de localização geográfica já estão disponíveis

A última atualização da ferramenta TradeMail vem com muitas novidades e a geolocalização merece destaque. Todas as contas conseguem capturar os dados de localização geográfica dos seus assinantes. Isto significa que você pode agora identificar código de área, CEP, cidade, região, estado e país.

Os dados de localização geográfica são capturados automaticamente sempre que seus assinantes interagirem com a sua lista e é gratuito para todas as contas.

 

Enviar para regiões específicas através segmentação geográfica

Quer enviar uma campanha para assinantes dentro de uma determinada região, cidade ou país? Para segmentar sua lista você tem agora opção de localização geográfica.

 

Personalizar campanhas com dados GEO

Personalize suas campanhas com dados de localização geográfica, assim como você pode personalizar com seu nome de assinantes, e-mail, e campos personalizados. Basta clicar em “Personalizar” e selecione os dados que você gostaria de mostrar em sua campanha.

 

Criar conteúdo condicional para locais específicos GEO

Crie dentro de uma campanha conteúdo condicional para diferentes cidades ou estados com combinações de dados de localização geográfica, e muito mais.

10 coisas que sua marca não deve fazer nas redes sociais

Não é novidade que as mídias sociais assumiram um papel fundamental na comunicação de marcas e consumidores e, assim como seu grande alcance pode jogar uma marca ao topo das discussões por uma campanha de sucesso, também pode mandar o trabalho de muito tempo para o espaço por causa de algo que parecia ser um detalhe.

As gafes online já provocaram processos judiciais, má reputação, perda de seguidores e consumidores e – no melhor dos casos – constrangedores pedidos de desculpas em público.

Fique atento nesta lista de erros e escorregões que podem causar má impressão e denegrir a imagem de uma marca no ambiente online – e fora dele.

1-      Fazer spam

Mensagens automáticas e genéricas irritam os seguidores, que se sentem “falando” com uma máquina. Se você quer a atenção e o respeito de seus consumidores, seja autêntico e transparente.

2-      Entrar em discussões polêmicas

Rebater ou discutir temas polêmicos em redes sociais pode prejudicar uma marca se ela ainda não possui um posicionamento claro, público e conhecido dos consumidores. Isso não significa que se deve ficar em cima do muro, mas que é preciso ter cuidado. É mais fácil escorregar quando não se conhece o caminho.

3-      Demorar para atualizar perfis

Perfis desatualizados causam impressão de atraso e descuido. Nas redes sociais, é preciso estar presente e ser ágil nos feedbacks. Faça um planejamento para atualizar seus perfis pelo menos uma vez por dia ou desative-os. Ficar no “semanalmente” ou “mensalmente” é saia justa.

4-      Fazer um post a cada 5 minutos

“As pessoas normalmente pecam mais na falta do que no excesso, mas os dois são prejudiciais”, diz Marco Gomes. “Atualizar diariamente” não signfica inundar a timeline de seus seguidores com mensagens. Tenha cuidado com isso.

5-      Tropeçar na língua

Erros ortográficos são feios em qualquer lugar. Leia mais de uma vez com atenção e sempre revise um texto antes de publicá-lo. Melhor evitar “CAPS LOCK”.

6-      Priorizar feedbacks negativos

Os feedbacks negativos são tão importantes quanto os positivos. Um erro muito comum é ver o problema de uma pessoa como prioridade e tratá-la diferente por isso.

7-      Não ter conteúdo interessante

Os perfis em redes sociais devem ser o reflexo da identidade de marca. Faça promoções, divulgue condições especiais de compra e pagamento, mas também aproveite para ter conteúdos relevantes sobre o universo que rodeia sua marca e está presente no cotidiano de seus clientes.

8-      Fazer críticas a concorrentes

Esse é um ponto muito delicado. Aqui no Brasil temos uma restrição grande a citações de concorrentes. Isso pode ser quebrado nas redes sociais, mas deve ser feito com elegância. Criticar concorrentes e ser arrogante em relação a outras marcas do mesmo segmento pode chamar ainda mais atenção para a concorrência.

9-      Responder de forma rude

Ser rude quando um cliente fala mal de seu produto só piora a situação. Tente entender qual é a razão do descontentamento e ajudar no que for necessário, mas jamais use ironia ou duplo sentido para tentar convencer seu cliente de que ele está errado.

10-  Ter uma linha de comunicação confusa

Gírias, palavrões e linguagem culta demais serão deslizes se não estiverem de acordo com a linha de comunicação da marca. Por isso não podem ser generalizados como grandes causadores de problemas. Conheça seu público e saiba como ele se comunica para impactá-lo sem constrangimentos.

Fonte: EXAME & Marketing

O que é mídia social para sua empresa?

 

Esse é um tema frequentemente debatido e muitas empresas gostariam de dominar e entender toda essa revolução que a internet vem passando. Todas as suas transformações desde o surgimento da web 2.0 e do avanço das redes sociais. Na verdade a maioria das empresas ainda olha para as mídias sociais como um lugar com uma grande audiência para veicular o seu comercial.

O primeiro grande desafio é o fator cultural, as empresas e agências de publicidade estão acostumadas a calcular GRP de um veículo de mídia ou programação que possuem grande audiência para atingir o seu público-alvo. Trabalham a verba do cliente utilizando várias outras formulas como CPM, CPP, entre outras, para alcançar o melhor investimento. E nas mídias sociais compramos audiência?

Marcelo Coutinho diretor de Análise de Mercado do IBOPE Inteligência em seu artigo “Quanto vale uma rede social ?”  , nos faz refletir e ajuda a entender e a melhor conceituar uma rede social. Para Marcelo Coutinho é um equivoco medir o valor de uma rede social pela sua audiência, pois equivale a igualar um “espectador” a um “amigo” ou “inimigo”.

“Uma rede social é algo infinitamente mais valioso que uma audiência, mas ao mesmo tempo é mais fluida, menos passiva e mais instável.

Ela não se baseia em critérios “imobiliários” de compra e venda de “espaço” entre seus integrantes, como na mídia tradicional. Sua “moeda” é outra: a capacidade de mobilizar indivíduos (ou avatares) em torno de um tema. Esta capacidade tem um conceito equivalente ao que na sociologia é chamado de “capital social”.

Eu prefiro chamar Rede Social de “Mídia Social” porque redes sociais sempre existiram mesmo antes do surgimento da internet, nossa comunidade é uma rede social composta por pessoas que interagem entre si. É claro que a mídia tradicional e mídia social são parecidas e podem ser exploradas para trabalhar qualquer marca, porque são meios de comunicação e com grande valor de resultado.

A grande diferença a meu ver está na “Comunicação”, na mídia tradicional a ação publicitária é predatória e muitas vezes com mensagens indesejáveis, enquanto que na mídia social é participativa, as pessoas conversam e esperam que as marcas façam o mesmo, com informações relevantes e úteis para elas. O expectador confia cada vez menos na propaganda paga, a prova está no resultado da pesquisa realizada pela empresa americana Edelman de Relações Públicas dos EUA. Embora sem dados para o Brasil, o levantamento apontou que para os jovens adultos americanos (entre 25 e 34 anos), a Wikipédia, os blogs e o YouTube superam em credibilidade a propaganda tradicional, quando o assunto são empresas.

Qual a credibilidade de cada fonte de informação sobre uma empresa?* 



 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Blog do digital age. 
Pesquisa : Trust Barometrer 2008, Edelman (*somente respostas “extrema credibilidade” ou “muita credibilidade”)

A comunicação de uma empresa nas mídias sociais deve ser permanente e não sazonal, por períodos como é feita na mídia tradicional. Como diz o Marcelo em seu artigo “Capital social não se “compra”, se constrói. Através de interações relevantes, recíprocas e duradouras-ou seja, um projeto de comunicação com redes sociais não vai caber na régua estreita do “ROI” de orçamentos mensais. Mais do que grandes números –ou investimentos— exige um trabalho constante e perene.

Com a Mídia Social  conversarmos com os nossos clientes em grande escala, respondemos os seus elogios, opiniões e também as críticas, podemos monitorar o que estão falando de nossa empresa e solucionar um problema muitas vezes em tempo real.

Não se engane ao pensar que todos os seus clientes estão satisfeitos com sua empresa, por isso, atenda as necessidades desses clientes antes que disseminem suas insatisfações em suas redes sociais.

Por: Airton Hilário Schaefer 

WWW – World Wide Web mais de duas décadas de muita história e evolução

No mês de março a internet completou 23 anos de muita história. nike air max 2017 heren zwart Podemos dividir essa história em três fases, a primeira na sua origem quando a Internet surgiu para atender os interesses do exército Americano. Goedkoop Nike Air Max A segunda para servir as universidades em suas pesquisas científicas e a terceira quando da sua pulverização da comunicação em massa com a criação de um sistema de informação unificado: O www – World Wide Web. Adidas Pas Cher Tudo começou na década de 60 e 70 quando o governo americano queria desenvolver um sistema para que seus computadores pudessem trocar informação de uma base militar para outra, período da guerra fria entre as duas maiores potências da época, os Estados Unidos e a ex – União Soviética. Adidas Ultra Boost Heren Vamos pular essa parte e falar do importante papel que passou a exercer para as universidades em que as redes serviram para pesquisas científicas e passou a ser vista como uma criação cultural. nike air max 2017 dames Rood Com o crescimento de redes interligadas entre as universidades e alunos, Tim Berners-Lee em 13 de março de 1.989, fez a primeira proposta para a CERN – Organização Européia para Pesquisa Nuclear, de criar um “sistema informação unificado” que facilitasse a comunicação entre o comércio e as pessoas, o www – World Wide Web em português significa “Rede de alcance mundial” também conhecida como WEB. asics pas cher

Uma nova maneira de transmissão de conhecimento em massa pulverizou-se, assim como o acesso a informação.

No final da década de 90 surgem combinações de tecnologias que aumentaram essa velocidade e a facilidade do uso de aplicações. Nike Air Max Norge Nettbutikk Sko O Blog, por exemplo, proporciona a um usuário leigo aplicar conteúdo na internet, inserindo textos, imagens, vídeos, de forma simplificada. Maglie Seattle Sonics São criados mais de 100 mil blogs por dia, voltados ao marketing pessoal e corporativo. nike tn requin pas cher A Internet atinge a sua maior idade e se inicia uma nova fase batizada por John Marcoff como Web Semântica ou WEB 3.0, a terceira geração em que a máquina entra em ação.

O que há de novo na versão atual da TradeMail

Estamos felizes em anunciar a nova versão da nossa ferramenta TRADEMAIL, Maglie Indiana Pacers com muitas mudanças e melhorias constantes para tornar o e-mail marketing cada vez mais eficiente e fácil de utilizar. Nova interface A TradeMail apresenta uma interface totalmente nova com informações das atividades em tempo real com taxa de interação do assinante. Maglie Milwaukee Bucks Novo editor para criar formulário de inscrição. Nunca foi tão fácil criar o formulário de inscrição através do novo editor. Fjallraven Kanken Mini Adiconar campos, Nike Air Max 2017 Dames zwart mudar textos, Troy Polamalu College Jerseys HTML, ray ban pas cher definir um tema ou formas com imagens personalizadas, Fjallraven Kanken Big e muito mais. Adidas Pas Chere Novas formas de divulgar seu formulário de inscrição – QR CODE Divulgue seu formulário através do QR Code aplicando-o em suas campanhas publicitárias.A TradeMail disponibiliza o código que ao tirar uma foto dele, Air Jordan 3 Uomo utilizando um leitor de QR Code,

Comunicação por Conteúdo na pauta das empresas

É crescente a consciência das empresas quanto à importância de inserir a Comunicação por Conteúdo nos planejamentos de Comunicação Integrada. nike air max 1 pas cher O mercado reconhece nesta nova forma de comunicar, uma possibilidade de ampliar a visibilidade de sua marca, produto ou serviço. Por se tratar de uma forma moderna de comunicar utilizando ferramentas com recursos para mensurar a reação dos clientes, a Comunicação por Conteúdo tem sido recebida com alto valor. É um diferencial para consolidar a imagem de modernidade das empresas e deve ser abordada como algo além de uma ação mercadológica. Nike Air Max 2016 Heren grijs Sabemos que a venda é uma necessidade de qualquer empresa, College Apparel porém o relacionamento é que passa a ser uma obrigação. Essa nova proposta de comunicação, C.J. Wilson Jersey aliada a tecnologias, Maglia Patrick Ewing fez com que a Trade Mídia criasse o produto TradeInform, ASICS PAS CHER FR serviço que contempla a atualização constante da base de dados do cliente, produção de conteúdo relevante e o gerenciamento do envio de uma newsletter por mês, com até cinco notícias úteis e prazerosas, Ray Ban pas cher mantendo assim um relacionamento duradouro com os clientes. cheap fjallraven kanken O serviço também contempla o monitoramento nas mídias sociais através da ferramenta TradeFollow, relatórios em tempo real de cada contato que recebeu o e-mail enviou para um amigo, clicou em algum link ou acessou o site e gráficos com os horários em que os e-mails são lidos.                               A sua empresa precisa ser conhecida não só pelo que vende, Andrelton Simmons Baseball Jersey mas por tudo que pode oferecer, é preciso acompanhar seus clientes e saber o que eles pensam!

Seduza seu público,

Vídeo: O Amadurecimento da Comunicação na Internet

Vale a pena reservar alguns minutos para apertar no play e entender um pouco mais sobre as grandes transformações vividas pelo mercado da comunicação nos últimos 5 anos. Reggie Jackson Jersey O vídeo faz uma retrospectiva e uma análise dos principais acontecimentos dessa revolução tecnológica, adidas yeezy heren a partir de entrevistas de personalidades envolvidas nesse mercado. College Jerseys Store Como é consumido o conteúdo digital atualmente? Assista e descubra.

A comunicação nos novos tempos

 

 

O futuro nos encanta. Gostaríamos de saber como será o mundo amanhã. Cientistas e escritores nos mostram um conjunto de cenários de evolução e a maioria das pessoas concorda num ponto fundamental: a tecnologia está mudando de forma acelerada nosso mundo.

Temos acesso a uma variedade de informações que seriam inimagináveis em épocas passadas. Nenhuma outra tecnologia terá mais impacto na vida das pessoas nos próximos anos do que a internet. A digitalização e a interatividade facilitam a disseminação da informação. São fatores de aceleração de um novo formato que derrubará as fronteiras da informação e do conhecimento.

A era semântica se aproxima. A participação com informações e conhecimentos em tempo real, em dados lincados e estruturados, permitirão que os motores de busca cheguem a conclusões e não apenas em simples dados, resultados com base em palavras-chaves.

O caminho para essa nova era começou no final do século passado. Em 1989 Tim  Berners-Lee, um cientista de computação, inventou a World Wide Web, iniciando uma revolução da mídia com a internet. O rádio gratuito via internet aparece, a televisão via internet permite aos telespectadores evitarem comerciais e todos os dias milhões de pessoas leem jornais online.

 

 

O computador supera as vendas dos televisores no Brasil e o tempo de permanência do brasileiro na internet é o maior do mundo. O Flickr torna-se o maior repositório de fotos da história, assim como o YouTube para os filmes e a Wikipedia como dicionário online. O blog se apresenta como importante canal de comunicação e o microblog Twitter possibilita uma comunicação em tempo real. Outras mídias sociais como o Orkut e Facebook lideram o ranking dos sites mais visitados, assim a internet deixa de ser uma rede de computadores e passa ser uma rede de pessoas com o mesmo interesse, convivendo em comunidades.

As marcas se transformam em mídias, os leitores em comentadores. Um em cada três internautas dá sua opinião sobre marcas, produtos e serviços. Os consumidores passaram a gostar de interagir e opinar. Querem mais do que consumir produtos, querem participar da sua criação.

Os profissionais de marketing nos dias de hoje, de crise e redes sociais, precisam monitorar as conversas na internet para descobrir se sua marca é tema de discussão, a melhor maneira de identificar potenciais clientes para suas empresas.

O grande desafio para os profissionais de comunicação é apresentar soluções aos seus clientes para que acompanhem essa evolução. Você já sabe como?

By Eli, lilly and agree to cialis com continue, to your medical problems blood cell problems such as isosorbide. Put an Cialis over the counter – The best drug for the elimination of ED. erection that bothers, you ask.